Redes de pesca: precioso descarte

Por Nara Guichon

Meu fascínio ao me deparar com os trapos desbotados e carcomidos das redes de pesca industrial, ainda nos idos de 1998, foi instantâneo. Apesar de ser, aparentemente, um resíduo de pouco valor, enxerguei ali a chance de fazer algo novo.

Inicialmente vislumbrei a possibilidade de tecer manualmente tecidos a metro e logo descobri a enorme versatilidade do material. Daí vieram os tapetes, cortinas, roupas, acessórios femininos e tudo o mais que a imaginação permitir.

Aprendendo eternamente

No início desta trajetória, ainda não tinha conhecimento profundo da história, do uso e composição deste material; nem dos danos ambientais causados pelo descarte incorreto destes resíduos – ou “panos”, como são denominadas as redes por alguns pescadores.

Exemplo de rede de pesca em fase de triagem. Foto da autora.

Fomos “crescendo” juntas, eu e as redes. Ao passo que elas chegavam até mim, a gama de produtos foi crescendo, bem como a informação que me trouxe maior consciência ambiental.

Danos ambientais

As redes de pesca industrial são feitas de poliamida, material derivado do petróleo, portanto, altamente resistente e poluente. Estas redes, fabricadas especialmente para a indústria pesqueira, medem em média 60 metros de altura por 1,2 quilômetros de largura. É muito comum que elas sejam colocadas no oceano uma ao lado da outra para fazer um cerco muito abrangente.

Detalhe da trama feita com o material das redes de pesca. Foto da autora.

Como as malhas das redes são bem pequenas, tudo o que cai ali morre. Ou seja, juntamente dos cardumes de pescados, como sardinhas ou anchovas, outros animais marinhos são arrastados. Assim são mortas diversas espécies de tartarugas, golfinhos, tubarões e também espécies marinhas em época de reprodução.

Descarte irresponsável

10% do lixo dos oceanos são resíduos da indústria pesqueira, segundo dados da FAO (Food and Agriculture Organisation). Este descarte, junto ao demais detritos jogados nos oceanos, está minando a vida dos mares, ameaçando cadeias biológicas inteiras, inclusive de espécies ainda não conhecidas pelo homem.

Projetos como o “Pesca Fantasma” alertam para o alto impacto ambiental dos materiais usados em pescas em todo o mundo. Iniciativas como o Minnow, um skate feito com matéria de redes de pesca, são outro exemplo de transformação consciente de um resíduo em matéria prima para algo ecologicamente correto

O que podemos fazer?

Pesquisar sobre os impactos ambientais que nossas ações causam é de vital importância. Um exemplo simples: produtos como creme dental, maquiagem e protetores solares liberam as denominadas nanopartículas. Através da água, esses compostos químicos vão parar no fundo dos oceanos, criando uma película que abafa e mata o plâncton, corais e demais seres.

Substituir os produtos de limpeza e beleza industriais por outros de composição ambientalmente amigável é uma importantíssima ação. Sem contar o já tradicional apelo para substituir sacolas plásticas pelas de tecido e da redução do uso de canudos de plástico.

Coleta e uso do material

As redes de pesca são, na realidade, muito limpas, pois têm contato quase que exclusivamente com as águas oceânicas.

Quando já não servem mais para a pesca, compro-as pessoalmente dos pescadores que separam de antemão este material. Elas então são lavadas com jato d’água para eliminar areia, partículas de vegetais e alguns outros detritos.

Processo de triagem e análise das redes de pesca. Fotos da autora.

Neste momento começa o processo de criação, quando o material bruto conversa comigo, mostrando para que tipo de produto serve.

As redes mais finas irão para os xales, mantas ou serão cortadas em tiras para a composição de tecidos artesanais. As de malha média servirão para bolsas, pochetes, tapetes e tecidos. Já as mais grosseiras e danificadas irão para a produção de tapetes.

Versatilidade e sustentabilidade

Utilizar um material totalmente desprezado, apesar de sua resistência e graciosidade, é algo muito gratificante.

Poder colaborar com a limpeza do meio ambiente e ao mesmo tempo oferecer exclusividade, beleza e atemporalidade é para mim algo estimulante e desafiador.

A cada peça criada, compreendo que cada objeto traz em si uma história e também o respeito para com todas as formas de vida. 

Anúncios

Um comentário em “Redes de pesca: precioso descarte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s